Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A CASCA

Apoio à gestão de PME's (Contabilidade, Fiscalidade, Gestão de RH, Gestão de stocks, Projetos de Investimentos, Formação e Investigação) Escritório Virtual

Sistema de inventário permanente. Registo pode ser efetuado até ao final de cada mês

A Autoridade Tributária, divulgou o Ofício Circulado nº 20193/2016, de 23.6.2016, onde esclarece que para efeitos fiscais aceita que o registo contabilístico em sistema de inventário permanente possa ser efetuado, pelo menos, no final de cada mês.

Os contribuintes abrangidos obrigatoriamente pelo sistema de inventário permanente devem no entanto possuir registos, ainda que extra contabilísticos, suportados pelas respetivas faturas e por outros documentos.

O sistema de inventário permanente não é aplicável às microentidades.

Na óptica da gestão um sistema de controlo do inventário é essencial para a tomada de decisões.

Taxas de juros de mora 7% - 2.º semestre de 2016

Taxas de juros de mora 2.º semestre de 2016
 
 
As taxas de juro de mora a vigorar durante o segundo semestre de 2016 já foram divulgadas, diminuindo ligeiramente relativamente aos valores que vigoraram durante todo o ano de 2015 e o 1.º semestre de 2016.
 
Assim, no 2.º Semestre de 2016, a taxa supletiva de juros moratórios relativamente a créditos de que sejam titulares empresas comerciais, singulares ou coletivas, nos termos do § 3º do artigo 102º do Código Comercial, fixa-se nos 7,%.
É o que resulta do Aviso n.º 8671/2016, publicado na II série do DR de 12,7
Fonte: Vida Economica

+ PATRIMONIO + TURISMO - Candidaturas até 31 de Julho

Sem Título (2).png

 

 

Principais objetivos:

  • Contribuir para o desenvolvimento de atividades turísticas associadas à valorização do património cultural e natural do País;
  • Dinamizar a criação de projetos que visem a fruição turística do património cultural e natural do País, podendo, ou não, ser de base tecnológica.

Benefícios para os Promotores:

  • Investimento por parte da Portugal Ventures até 0,5M€ (indicativamente), numa participação minoritária, por tranches e com base num plano de desenvolvimento
  • Ter um parceiro dedicado em apoiar o seu projeto e a criação de uma nova realidade de negócio, com fortes competências de gestão e conhecimento do setor.
  • Fácil acesso a uma comunidade que acredita na inovação e que o acompanhará no crescimento do seu projeto com forte compromisso
  • Acompanhamento por peritos nos projetos financiados pela Portugal Ventures
  • Os projetos selecionados terão a oportunidade de serem incubados e acelerados em pólos de inovação internacionais.

Candidaturas ao Prémio Empreendedorismo e Inovação CA 2016 prolongadas até 15 de Julho

Sem Título (1).jpg

 

As candidaturas à terceira edição do Prémio Empreendedorismo e Inovação CA 2016 foram prolongadas até ao dia 15 de Julho.

A iniciativa do Crédito Agrícola lançou, em parceria com a Inovisa, pretende divulgar e promover o empreendedorismo e a inovação nos sectores da agricultura, agro-indústria, floresta e mar, premiando quem investe nestes sectores, com a atribuição total de 40 mil euros.

Distinguir a inovação

O prémio, público e de inscrição gratuita, distinguirá os projectos mais inovadores que versem sobre produtos, processos ou serviços que se relacionem directa ou indirectamente com estes sectores, nomeadamente nas áreas de “Produção e Transformação”; “Comercialização e Internacionalização”; “Investigação e Desenvolvimento Tecnológico”; “Desenvolvimento Rural”; “Jovem Empresário Rural” e “Projectos de Elevado Potencial promovidos por Associados do Crédito Agrícola”.

O grau de inovação, a relevância, o impacto/potencial de mercado e a sustentabilidade dos projectos serão os principais requisitos a avaliar pelo júri do “Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola”.

5.000 euros para cada vencedor

Para além da atribuição de 5.000 euros a cada um dos vencedores, o concurso – da responsabilidade do Crédito Agrícola e da Rede INOVAR – concederá, também, uma Menção Honrosa, no valor de 2.500 euros para cada uma destas quadro categorias: “Produção e Transformação”; “Comercialização e Internacionalização”; “Investigação e Desenvolvimento Tecnológico” e “Desenvolvimento Rural”.

Mais sobre mim

foto do autor

Stock-Off | Promoções

Links

ACASCA Enterprise

ACASCA Academia

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D